domingo, junho 26

Momento de reflexão


Jornalistas na rua: Avenida Rio Branco, 30 de agosto de 2004

Ruy Mesquita, diretor do Estado de S.Paulo, denuncia a "murdochização" de certa imprensa brasileira:

É a transformação da imprensa exclusivamente num meio de ganhar dinheiro como qualquer outro, que é o caso do [Rupert] Murdoch, cujos jornais, e ele pessoalmente não têm nenhuma posição política, nem nenhuma posição ideológica. Ele tem uma posição empresarial e um poder empresarial fabuloso que permitiu que ele comprasse aquele ícone da imprensa mundial que era o Times de Londres, e o transformasse em um jornal sem nenhum caráter, sem nenhuma alma. E para ganhar dinheiro com o Times ele chegou a esta coisa impensável alguns anos atrás, de transformar o jornal Times em um tablóide.

Aqui no Brasil nós começamos a ter essa ameaça concreta que se traduziu na compra do Jornal do Brasil e na compra da Gazeta Mercantil por um empresário que nunca na vida dele tenha tido qualquer relação com imprensa. Eu não sei qual é o interesse dele, mas evidentemente que não é o interesse de contribuir para o aperfeiçoamento das instituições ou para ajudar o Brasil a se transformar numa democracia cada vez mais perfeita.

(Entrevista ao Observatório da Imprensa na TV, 12/04/2005)