segunda-feira, junho 20

Pais e filhos


FHC: "Poxa, vocês prometeram..."

Na conversa com Zuenir Ventura que preenche as páginas centrais do B de domingo, a maior revelação é que Antonia Leite Barbosa entrou para o time fixo de entrevistadores do caderno. Vai entender.

A segunda maior revelação veio de Ana Maria Tahan, editora executiva do Centenário, quando surgiu a pergunta sobre as razões do suicídio de Pedro Nava e o dever (ou não) de divulgá-las. Disse ela:

"Tivemos inclusive um caso recente: fala-se que FH teria tido um filho com uma jornalista. Isso deveria ter sido revelado ou não?"

Ué, já foi, né!

E como se não bastasse, Ziraldo emendou:

"Não só se fala como o menino é a cara dele!"

Na época, diretores de redação conversaram, discutiram, quebraram a cabeça e resolveram manter tudo em sigilo. Certo ou errado, o caso ficou restrito às rodas de jornalistas nas mesas de bar. Ontem, como quem não quer nada, Ana Maria jogou a história no ventilador.

Vale lembrar que foi ela a autora, na semana passada, daquela manchete em letras garrafais:

Jefferson acusa Dirceu... Mas prova, que é bom, nada.

Creio então que, no caso Fernando Henrique, Ana deve ter a cópia de um exame de DNA guardada na gaveta.

10 Comments:

At 20 junho, 2005 18:45, Anonymous Anônimo said...

Parabéns pelo blog. Sucesso total!

 
At 20 junho, 2005 21:50, Anonymous Anônimo said...

Saibam a origem da nossa novíssima Ministra da Casa Civil:

"DILMA VANA ROUSSEFF LINHARES ("ESTELA", "LUIZA", "PATRICIA", "WANDA")

- Em 1967, era militante da Política Operária (POLOP), em Minas Gerais, junto com seu marido, Claudio Galeno de Magalhães Linhares ("Aurelio", "Lobato"). Saiu da POLOP e,também com seu marido, ingressou no Comando de Libertação Nacional (COLINA), tendo sido eleita, em Abr 69, quando atuava na então Guanabara, membro do seu Comando Nacional.
- Acompanhou a fusão entre o COLINA e a Vanguarda Popular Revolucionária, que deu origem à Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-P). Em Set 69, participou como convidada - só com direito à voz - do I Congresso da VAR-P, realizado numa casa em Teresópolis. Nessa ocasião, Darcy Rodrigues, um ex-sargento do Exército oriundo da VPR, tentou agredi-la , sob a ameaça de Dilma não mais poder participar das ações armadas. Na ocasião, recebeu a proteção de Carlos Franklin Paixão de Araújo e com ele foi viver e militar no Rio Grande do Sul e, logo depois, em São Paulo, onde foi presa em 16 Jan 70.
- Foi Secretária de Estado de Minas, Energia e Comunicações do Governo do Rio Grande do Sul.;
-Atualmente é Mnistra das Minas e Energia."
Esperem prá ver. Vem m e r d a por aí.

 
At 21 junho, 2005 00:10, Blogger Ricky said...

Colocou-se aqui o comentário da Ana Maria Tahan como sendo uma indiscrição. Esquece - ou desconhece - o Joao Saldanha daqui que este caso já foi divulgado publicamente pela revista Carta Capital, e outras publicações, ou seja, o segredo de polichinelo foi espalhado pelos ventos.

Quando ela pergunta se "deveria ter sido revelado ou não", referia-se à discussão na época do episódio, pois de lá pra cá já foi revelado - e não o foi neste rodapé de entrevista.

Além disto, ela não diz que FH teve um filho com alguem, mas que "fala-se que teve". Há uma linha tênue aí mas o próprio verbo "fala-se" evita a concretude do fato e portanto suas provas.

É que como editor da entrevista parece que eu é que fui leviano ao deixar serem publicadas suposições infundadas.

No mais, parabéns pelo blog.
Sua ironia cáustica é muito engraçada.

 
At 21 junho, 2005 03:27, Blogger João Saldanha said...

Nobre Ricky,

Obrigado pela visita.

O ineditismo da notícia não é o mais importante. Tanto aí na terra como aqui no céu, nós dois sabemos que "fala-se" não é jornalismo. O próprio Augusto Nunes, que dirigiu o Centenário até o ano passado, chegou a vetar o uso de tal expressão no jornal. Ana Maria, muito amiga dele, deve se lembrar da proibição. É como se um inconseqüente qualquer dissesse, sem provas: "Fala-se que o Saldanha era amante do Pelé, que o Ricky é um terrorista internacional e que a Ana teve um caso com o Augusto". Pronto. Verdade ou boato, faz-se um belo estrago.

Um abraço sincero do João.

 
At 21 junho, 2005 06:16, Blogger Carlos Castello Branco said...

já que evocou a memória, caro ricky, voce devia saber que a matéria foi publicada pela caros amigos, não pela carta capital.

e para rimar,

deve ser muito bom esse emprego de editor de entrevista semanal.

abraço do castelo

 
At 21 junho, 2005 17:21, Anonymous Anônimo said...

É verdade. O tal entrevistão tem um editor só para ele! Como é que pode? Quantos repórteres (e mesmo estagiários, uma vez que o Jota adotou o corte de verbas nos estagiários também) devem ter perdido o emprego para empregar esse cara?

 
At 21 junho, 2005 18:56, Anonymous Anônimo said...

Esse fala-se é cópia do "People say..." que os jornalistas da Foz News, principalmente o O'Reilly, usam quando querem jogar um veneninho. O pessoal do JB está antenado no jornalismo murdochiano.

 
At 22 junho, 2005 01:57, Anonymous Marcio said...

O Ricky só esqueceu de comentar o que a Antonia Leite Barbosa tá fazendo no time fixo de entrevistadores

 
At 22 junho, 2005 11:59, Anonymous Anônimo said...

FALA-SE que o pessoal do cast fixo de entrevistadores recebe um cascalho extra. Ahahaha. Isso em um jornal que não participa de dissídio (claro, o pessoal é PJ!)
Depois o sindicato quer dizer que é fodão....

 
At 22 junho, 2005 15:10, Anonymous Anônimo said...

Provavelmente a ilustre colunista Antonia foi empurrada para a mesa de entrevistas pelo depto. comercial do jornal, que deve acreditar que, com toda sua credibilidade e juventude, ela será capaz de atrair anunciantes para o novo B, um tanto embolorado. Parece piada, mas é exatamente como funcionam as coisas no JB hoje.

 

Postar um comentário

<< Home