terça-feira, julho 26

À noite não acontece nada mesmo...


Clouseau: "Não acredito!"

“É do Povo? Aqui é do Batalhão de Operações Especiais da PM. Vamos sair daqui a pouquinho para uma operação na Rocinha. Se vocês quiserem ir junto, venham para cá depressa.” O repórter de plantão do jornal carioca O Povo alerta o fotógrafo e o motorista.

E os três saem, disparados, pela madrugada.

Em frente ao Bope formam rapidamente um comboio que exibe a mesma barreira de classe que separa os moradores da Rocinha e seus vizinhos milionários (inclusive muitos políticos!) de São Conrado. Na frente vai a elite: dois carros blindados, um da TV Globo e outro dos jornais O Globo/Extra; a seguir, a classe média: os carros do jornal O Dia, da Rádio Globo e da TV Bandeirantes não são blindados, mas os ocupantes têm direito a coletes à prova de bala; lá no fim, o velho carro do Povo, sem blindagem, sem colete, pneus nem sempre confiáveis, mas com a mesma sede de notícia.

Depois de ler a coluna do Milton Coelho da Graça, publicada hoje no Comunique-se, a Condessa convocou o velho Clouseau, que alisava a capa na enfumaçada nuvem dos detetives de antigamente.

O inspetor trapalhão pediu licença aos amigos Sam Spade e Miss Marple, que juntaram as lupas no Além, e pôs-se a investigar o nome do jornal carioca que não tem plantão de madrugada.

O bravo matutino O Povo já estava fora da lista.

Adivinhem o que ele descobriu.

11 Comments:

At 27 julho, 2005 03:18, Anonymous Anônimo said...

"A Tribuna"?!

 
At 27 julho, 2005 03:19, Anonymous Anônimo said...

"O Lance"?!?

 
At 27 julho, 2005 03:21, Anonymous Anônimo said...

"Balcão"???

 
At 27 julho, 2005 03:26, Anonymous Anônimo said...

Já sei! São os cretinos do Pasquim!!!!

 
At 27 julho, 2005 16:20, Anonymous Anônimo said...

Essa coisa de Plantão da Madrugada é coisa do jornalismo de antigamente. O JB se propõe a fazer um jornalismo moderno, antenado com os tempos modernos. Essa história de fazer a cobertura de tiroteio na Rocinha é totalmente OLD FASHION!

 
At 28 julho, 2005 19:23, Anonymous Anônimo said...

E este blog segue os mesmos passos, cadê a cobertura (no bom sentido, sem escatologia) ao vivo da Tahan no Jô?

Os poderes do Acionista já estariam chegando no Além?

 
At 28 julho, 2005 21:31, Anonymous Anônimo said...

vc deveria fazer uma campanha:
Avenida Brasil, o periódico mais lido pelo jotinha...

 
At 28 julho, 2005 21:54, Anonymous Anônimo said...

VC quem cara-pálida?

Eu ou eles?

 
At 30 julho, 2005 10:26, Anonymous Anônimo said...

Os fiéis leitores, como eu, pedem com veemência uma atualização mais constante do Avenida. Dado que o ponto mais alto da história dessa "via" foi a cobertura em tempo real da entrevista da nossa Loura Mor. Vocês estão sendo boicotados aí no céu ou Roberto Marinho anda querendo levá-los para sua ex-organização? Apareçam!

 
At 30 julho, 2005 23:27, Anonymous Anônimo said...

O Castelinho deve estar de porre, o Saldanha preocupado com os rumos do Brasileirão, e o Brito deve estar capengando de nuvem em nuvem.

Mas o que me inquieta mesmo é a Lena estar tão sossegada... Será que existe sambão no céu?

 
At 24 agosto, 2005 11:05, Anonymous Anônimo said...

O Extra também não tem madrugada, foi extinta há muito tempo pelo coleguinha que agora é chefe do periódico do funcionário público. E dizem, ele fará isso no jornal do falecido doutor Ary também.
Mas isso é pouco. O jornal da inteligência brasileira também não tem escuta. Acompanha apenas as notinhas que saem no globoon e nos sites. Aliás, é por isso que o site do jornal do doutor rouberto tem atrasado a divulgação de alguns acontecimentos.

 

Postar um comentário

<< Home