terça-feira, agosto 30

Não lavo o Carvalho


EUFORIA - Leitor de Olavo comemora sua volta à imprensa carioca

O Centenário acaba de inventar um novo gênero jornalístico: a entrevista apócrifa. Neste domingo, o jornal publicou um ping-pong de página inteira com Olavo de Carvalho, "filósofo" recém-demitido do Globo que passa a escrever semanalmente na página de Opinião. A pergunta levantando e a resposta cortando. Sem assinatura.

Olavão falou o que quis. Em sintonia com o udenismo que rege as manchetes do jornal, usou argumentos científicos para meter o pé na porta da legalidade.

O governo como está tem que ser tirado imediatamente, porque o que eles fizeram vale por mil PCs Farias. Tem que criar um governo provisório e uma eleição daqui a seis meses. Não entendo tecnicamente dessas coisas. Mas tem que tirar esses camaradas.

Apesar da empatia inicial, convém ao "filósofo" não se empolgar com a generosidade do Almirante que, dizem, contratou seus serviços em bases faustosas para os padrões atuais do JB.

A casa será tolerante com sua retórica de Clube Militar enquanto a histeria não incomodar o Palácio Guanabara. Na primeira estocada contra o casal Garotinho, Olavão conhecerá a porta da rua - como o antigo titular da ultradireita na casa, o Sepulveda, que criticou o governo estadual e acabou na sarjeta há menos de três meses.

Melhor confiar no jabá garantido do patrocinador oficial, o "empresário" Ronald Levinsohn.

7 Comments:

At 30 agosto, 2005 13:32, Anonymous EP said...

O RLV "edita" atualmente três jornais do Rio...

 
At 31 agosto, 2005 21:17, Anonymous Marcos said...

Sem perigo. OC se entende muito bem com os Garotinho e seus programas de ensoino religioso.

 
At 06 setembro, 2005 19:40, Anonymous Leila said...

Ilustração perfeita para o post!

Adorei saber que vocês estão fazendo esse blog.

Abraços,

 
At 06 setembro, 2005 20:22, Blogger Idelber said...

Belo post, bem esclarecedor :)

 
At 07 setembro, 2005 19:18, Blogger Flavio Prada said...

Estou tendo o desprazer de conhecer este personagem, já que não o conhecia antes de sair do Brasil. Penso que um fascista do seu quilate, com idéias que parecem saídas de um manual da Gestapo, deveria ser relegado ao ostracismo, não obstante uma certa observação de movimentos. O Post e o blog de voces está excelente. Parabéns.

 
At 31 julho, 2006 21:44, Anonymous Anônimo said...

Acreditar que o Olavo é fascista, nazista ou fundamentalista religioso é muita tolice. Eu até poderia debater, mas não adiantaria de nada. Reconhecer o perigo do esquerdismo nacional e internacional à civilização como a conhecemos, com seus últimos resquícios de Cristianismo, não é ser nazista. Se vocês querem um novo mundo sem religião verdadeira, um mundo politeísta, politicamente correto, opressor, com aborto e drogas liberados, então isso é de vocês, apenas não insultem quem não concorda com essa peculiar visão de mundo, pois a visão de Olavo não é nada mais do que a tradicional.

 
At 24 julho, 2008 13:18, Anonymous bebeto_maya said...

Trocando em miúdos...Vocês querem uma sociedade gramsciana, problema...Eu não quero isso pra mim, não.

 

Postar um comentário

<< Home